Connect with us

Olímpicos

Poliesportivo: Jaraguá do Sul faz campanha histórica nos Joguinhos

© Iriane Porto (Agência Avante!)

© Iriane Porto (Agência Avante!)

Hoje é o último dia de competições na 27ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, que ocorrem desde o último sábado (26) na cidade de Caçador. E a delegação de Jaraguá do Sul, ou ‘Time Jaraguá’, já festeja os números alcançados no Meio Oeste, que deixam a cidade em quinto lugar na classificação geral no momento. Com 11 medalhas de ouro, 6 de prata e 14 de bronze, o desempenho jaraguaense é muito superior ao ano passado, quando foram obtidos 4 ouros, 9 pratas e 9 bronzes. Hoje existe a possibilidade de novas medalhas no futsal masculino e no vôlei de praia (ver o quadro ao lado), que podem manter a cidade nesta posição, melhorando o sétimo lugar obtido em 2013.

Entre as modalidades coletivas, destaques para os campeões basquete feminino e voleibol masculino. “Foi um começo difícil, já que esta idade não joga o Estadual”, analisou o técnico Julio Patricio, campeão no basquete. “Elas começaram sem ritmo de jogo, o que era esperado, mas sabíamos que elas iriam crescer no decorrer da competição e chegar na final em condições de brigar pelo ouro. E foi isso o que aconteceu”, acrescentou.

Outra modalidade que já encerrou participação é o basquete masculino, que passa por um momento de renovação, e caiu na primeira fase. O xadrez, com 3 medalhas de ouro, 4 de prata e 5 de bronze, quase beliscou um troféu no feminino, mas acabou levando a pior entre as quatro cidades que empataram em pontos na segunda colocação. A natação, que foi realizada em Porto União – já que a cidade sede não possui um equipamento esportivo apto a receber o evento – teve Jaraguá do Sul figurando em segundo lugar no feminino e terceiro no masculino.


Atletismo surpreende com ouros e recordes individuais

Um dos destaques da delegação jaraguaense em Caçador certamente foi o atletismo, com quatro ouros e duas pratas, além de três recordes. A conquista fica ainda mais heroica se analisada a estrutura de treinamento dos atletas, que hoje fazem o que é possível no que sobrou da pista do Baependi, enquanto aguardam a conclusão do Centro Esportivo Municipal Murillo Barreto de Azevedo, prevista para este ano.

Os ouros foram obtidos nas provas de 400 e 800 metros rasos, por Roger Wanderwegen (com direito a recorde nos 400 metros); além do decatlo e do salto com vara, por Guilherme Pinheiro Gil (ambas com recorde, foto). As pratas vieram com Dudu Peters (no lançamento de martelo) e com a equipe do revezamento 4 por 400 metros masculino.

Para Guilherme Gil, a lição assimilada do ano passado – quando era favorito e sequer conquistou medalhas – foi essencial para o sucesso obtido em Caçador. “Aprendi que treinar vale a pena”, reconheceu. “No ano passado eu não tive um bom rendimento nos treinos e não conquistei tudo o que eu conquistei neste ano”, disse o recordista.

Já para o técnico Adriano Moras, a conclusão da pista sintética deve impulsionar ainda mais a modalidade que, em sua análise, alcançou os seus objetivos nos Joguinhos. “As nossas conquistas foram dentro daquilo que havíamos imaginado. Esses ouros foram conquistas individuais bem importantes, ao ponto do Guilherme ser escolhido o melhor atleta da competição”, festejou. “Fizemos uma pontuação superior ao ano passado. Então, o balanço é positivo, pois este trabalho não foi feito de um ano para o outro e é assim que se faz. Não se conquista as coisas do dia para a noite”, concluiu Moras.


Hoje é o último dia de disputas em Caçador

Os jaraguaenses encerram a participação nos Joguinhos Abertos na manhã deste sábado (2), quando ainda correm atrás de medalhas no futsal masculino e no vôlei de praia. O futsal disputa o terceiro lugar, após ser superado ontem por Tubarão, nos pênaltis, por 5 a 4, depois de um empate por 2 a 2 no tempo regulamentar e na prorrogação. Assim, repetiu-se a história da competição do ano passado, realizada em Criciúma, quando o time caiu perante os donos da casa na mesma fase. Já o vôlei de praia é uma modalidade em demonstração e as medalhas conquistadas não contam na classificação geral do evento.

More in Olímpicos