Connect with us

ADJ

Cria do Jaraguá Futsal, jovem de 15 anos brilha na base do Santos

Do Sub-13 ao Sub-15, Jovi é titular da lateral-direita do Peixe | Foto: Divulgação

A geração 2005 do Jaraguá Futsal é lembrada até hoje como uma das mais vencedoras desde a reativação do projeto de base do clube há sete anos, feita em parceria com a Apaif (Associação de Pais e Amigos incentivadores do Futebol).

Da equipe que chegou a ficar mais de dois anos sem derrota e conquistou muitos títulos para cidade, saíram talentos que seguem firme na caminhada rumo ao futebol profissional.

Veja mais: Treinador monta sala com mais de 300 troféus e guarda relíquias da base do Jaraguá Futsal

Nomes como de Felipe Prado, hoje no Internacional, e Rick, no São Paulo, já tiveram suas trajetórias destacadas pelo OCP. Mas ainda tem outro menino daquele grupo que brilha na base de um grande clube do país.

Saiba mais:

– Internacional assina contrato de formação com promessa jaraguaense

– Máquina de gols na base, jaraguaense é contratado pelo São Paulo

Trata-se de João Victor Ferreira Martins Pereira, mais conhecido como Jovi, que é apontado como uma das joias das categorias menores do Santos.

Foto: Divulgação

Coincidência ou não, a forte ligação com a bola começou justamente na equipe de futsal do Peixe, quando tinha apenas 5 anos. Mas pouco tempo depois, o garoto natural de Fortaleza (CE) precisou se mudar para Joinville, devido ao trabalho do pai Marcio.

No Norte de Santa Catarina, seguiu treinando na escolinha do consagrado técnico Fernando Ferretti, onde participou dos primeiros campeonatos e começou a desfilar seu talento, a ponto de chamar a atenção do Jaraguá Futsal, que o trouxe para cidade.

Por aqui, se destacou rapidamente e passou a empilhar taças no time comandado pelo técnico Anderson Decker.

Jovi ao lado do técnico Anderson Decker após o título da Copa América de 2015 | Foto: Divulgação

Até que, em 2015, em um campeonato disputado em Florianópolis, despertou o interesse do Internacional. Ali começava sua consolidação como promessa nos gramados.

Aprovado nos testes, se encontrou na lateral-direita e jogou no Sub-11 e Sub-12 do Colorado, morando em Porto Alegre (RS) por duas temporadas, quando também conciliava atividades no futsal pela CEPE Canoas.

Porém, uma nova transferência de trabalho do pai fez Jovi voltar à cidade de Santos em 2017, precisando pedir dispensa do Inter para fazer testes no clube da baixada santista.

Foto: Divulgação

A incerteza de integrar a base do time que revelou craques como Pelé e Neymar não durou muito tempo.

Com uma força, velocidade e técnica acima da média para sua idade, o jovem atleta, hoje com 15 anos, foi aprovado e virou titular absoluto de sua posição nos últimos três anos no Santos, do Sub-13 ao Sub-15.

“Ser jogador de alto rendimento de um time grande é sentir que estou cada dia mais próximo do meu objetivo (ser profissional). Sei que ainda estou no início da caminhada e que a estrada a ser percorrida até alcançar meu sonho é longa. Mas sou um atleta disciplinado, com determinação e coragem para conquistá-lo”, destaca Jovi.

Dedicação para alcançar o sucesso

O início no esporte foi aos 5 anos de idade, mas de acordo com a mãe Úrsula, a paixão pela bola nasceu com Jovi. “Desde pequeno o único brinquedo que lhe acalmava era a bola”, conta.

Mas do gosto para o futebol até chegar a grandes clubes do Brasil, foi preciso muita dedicação, mesmo que o talento sempre se sobressaiu.

Na época que atuou pelo Jaraguá Futsal, ele encarou uma rotina pesada com escola, fisioterapia, judô e treinos de futsal, três vezes por semana, sendo que precisava se deslocar de Joinville para Jaraguá do Sul. “Muitas vezes ele já chegava em casa dormindo de tão cansado”, lembra Úrsula.

Conciliar o esporte com a escola e demais afazeres nunca foi fácil, mas a determinação em conquistar o sonho de ser jogador profissional sempre o motivou.

Foto: Divulgação

A rotina intensa segue a mesma de outrora. Cursando o primeiro ano do ensino médio, Jovi estuda à noite em uma escola pública da Vila Belmiro (estádio do Santos) para se dedicar aos treinos durante a manhã e tarde.

Tudo para alcançar seus principais sonhos: fazer história no Santos e vestir a camisa da seleção brasileira.

“Espero retribuir ao Santos todo o investimento da minha carreira na base, subindo para o profissional e fazendo história no clube que revelou Pelé, Robinho, Neymar e centenas de outros craques. Depois, quero chegar a seleção nacional, ganhar uma copa do mundo e trilhar uma solida carreira no futebol”, afirma Jovi.

Importância da base em Jaraguá do Sul

Se hoje o menino de 15 anos se destaca na base de um dos grandes clubes do Brasil, muito se deve ao trabalho de formação.

E Jaraguá do Sul tem uma grande parcela desse sucesso. Segundo o próprio Jovi, os ensinamentos adquiridos no futsal jaraguaense através do técnico Anderson Decker foram fundamentais para sua evolução no esporte.

“A minha passagem por Jaraguá com o técnico Anderson tem uma importância enorme na minha formação. Não só pela técnica, mas pela didática em saber a forma correta de se comunicar com todos os atletas”, declara Jovi.

Veja também:

– Base do Jaraguá Futsal lidera ranking de competição na Argentina

– Promessa se despede de Jaraguá do Sul para realizar sonho de jogar na Europa

More in ADJ