Connect with us

Futebol Americano

Futebol Americano: BFA projeta datas de início para competições brasileiras

Foto: Bruno Pereira

A pandemia do novo coronavírus fez todas as competições do futebol americano do Brasil serem canceladas na temporada 2020.

Mas com a chegada das vacinas no início de 2021, a BFA (Brasil Futebol Americano), principal organização de competições nacionais, elaborou as projeções de datas para a volta do esporte da bola oval no país.

A Liga trabalha com três cenários para realização da 4ª edição da divisão de elite. Na mais otimista, o torneio está marcado para começar no dia 2 de julho.

As demais preveem o início nas duas primeiras semanas de agosto, sendo que em todas as projeções, a BFA Elite terminaria no mês de dezembro.

Breakers é o representante da região na Elite | Foto: Geraldo Takanage/Overtime do FA

Nela, o Jaraguá Breakers, campeão brasileiro em 2013, é o representante solitário da região do Vale do Itapocu na Conferência Sul.

“Teremos um período longo de readaptação, conseguir recuperar o ritmo, evitar lesões “simples” pela falta de cancha. Então são muitas variáveis jamais vistas ou imagináveis pra nós. Queremos muito voltar aos campos, mas obviamente, com segurança e responsabilidade”, disse Everton Gnewuch, presidente do Breakers.

Já a divisão de acesso deve iniciar entre os mesmos meses, mas com a largada em dias diferentes, enquanto a categoria feminina, que também deve ter a presença das meninas do Breakers, está programada para agosto.

A ideia da BFA é que as equipes possam retomar os treinos em abril e tenham 90 dias de pré-temporada até o início da competição nacional, que terá seu formato reduzido.

A fase regular da Elite pode ter seis jogos, mas a tendência é que ocorra com apenas quatro, mesmo número da divisão de acesso. Já o feminino vai se desenrolar somente com três partidas.

“Entendemos que uma situação fundamental para que seja mais seguro realizar jogos seja a garantia de que a população que corre mais risco já esteja protegida. Isso significa que a maioria da população idosa deve estar imunizada para que possamos considerar razoável o retorno aos treinos e jogos”, destacou a organização da BFA.

More in Futebol Americano